Logo IEPE Recursos Humanos

Clima bom é mais importante que salário alto, diz

Publicado em: 20 de Março de 2015.
Última atualização: 26 de Agosto de 2015 - 14:05:00.

Publicado por: Portal IEPE RH.

Tag's: clima, mais, importante, salario, alto.

Nada de salários lá em cima e gordos bônus no fim do ano. Para as empresas, o que mais atrai e retém talentos, é ter um ambiente de trabalho agradável. É o que indica nova pesquisa do site de empregos Curriculum.

O estudo levou em conta opiniões colhidas em 230 companhias brasileiras. Na maioria delas (42%), o principal investimento para convencer os funcionários a ficarem é oferecer um bom clima corporativo.

Em segundo lugar, aparece a participação nos lucros (29%). Os benefícios especiais como academia, berçário/creche, curso de idiomas e restaurante na empresa vêm em seguida, com 28%. A possibilidade de desenvolvimento constante foi considerada importante por 26%, e os horários flexíveis e os bônus por 25% e 24%, respectivamente. 

Na outra ponta, as práticas menos adotadas pelas empresas foram possibilitar transferência para outro país (2%), viagens internacionais (2,5%), oferecer 14º salário (4,5%) e carro (6%). 

Em relação a quais medidas as empresas consideram mais efetivas, independente de as adotarem ou não, a maioria também considera que ter um clima agradável está em primeiro lugar (69%).

Em seguida, empatados com 62%, aparecem a possibilidade de desenvolvimento constante e plano de carreira estruturado. Logo depois vem a remuneração acima da média do mercado (60%), participação nos lucros (56%), benefícios especiais (48%), horários flexíveis (43,5%) e oferecimento de cursos de pós-graduação e especialização (39%). 

A oportunidade de transferência para outro país e carro cedido pela corporação (ambos com 5,7%) e viagens internacionais (10%), foram as opções menos citadas.

Funciona?

O curioso, porém, é que quando questionados se os benefícios oferecidos pelas organizações basileiras têm realmente retido talentos, a maioria dos entrevistados (51%) disse que não. Os outros 49% acreditam que os investimentos têm sido eficientes. 

Benefícios especiais

Dentro do recorte de benefícios especiais, os mais oferecidos pelas empresas são restaurante interno e plano de saúde avançado, ambos com 51%. Em seguida vem o estacionamento, com 44%. O subsídio para cursos de pós-gradução, MBA e cursos de especialização aparecem com 38%. 

Fonte: Exame